Responsabilidade social na pauta da Campus Party

Edição recifense da maior feira de tecnologia da América Latina também teve espaço para debates sobre responsabilidade social entre os participantes; chileno Julián Ugarte, da ONG Teto, apresentou sua experiência de sucesso no trabalho que vem realizando no país vizinho 

Responsabilidade social na pauta da Campus Party
Responsabilidade social na pauta da Campus Party (Foto: Paloma Amorim/Campus Party)

Raphael Coutinho _PE247 – Não são apenas os temas ligados às áreas de tecnologia e informática que dominam as edições da Campus Party ao redor do mundo. Sustentabilidade e responsabilidade social também fazem parte da programação e não foi diferente na edição recifense da feira. Quem ficou responsável de divulgar o seu trabalho por aqui foi Julián Ugarte, chileno responsável pelo ONG Teto, uma das maiores do mundo. Em sua palestra, Ugarte lembrou a importância de se investir em pessoas para o desenvolvimento do planeta.

"Não vamos falar de ferramentas para mudar as pessoas, vamos falar de pessoas para mudar pessoas”, destacou. Em sua palestra, Ugarte disse que é possível mudar as mazelas do planeta com o esforço de cada um dos cidadãos para isso.
Esta situação será alcançada, ainda segundo o chileno, quando cada um trabalhar sempre "com o espírito de conquistar o máximo, mesmo que pareça impossível".

As ações realizadas pela Teto no Chile também foram apresentadas ao público que assistiu a palestra. Entre elas as imensas conquistas dentro de necessidades básicas, como moradia e acesso a água potável. A expectativa é que em breve, o trabalho desenvolvido pela ONG atinja até quatro milhões de chilenos de baixa renda.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247