Rubens Paiva: Temer é o presidente mais sem-noção que o Brasil democrático já viu

Jornalista e escritor Marcelo Rubens Paiva diz estar "provado que Temer é um vampiro que nasceu há 200 anos e pensa como se estivesse no século 18"; em crítica ao discurso do peemedebista em cerimônia pelo Dia Internacional da Mulher, ele rebateu: "Que imbecil esse Michel Temer. Quem faz supermercado é mulher? Na minha casa eu que faço Há muitos anos"

Jornalista e escritor Marcelo Rubens Paiva diz estar "provado que Temer é um vampiro que nasceu há 200 anos e pensa como se estivesse no século 18"; em crítica ao discurso do peemedebista em cerimônia pelo Dia Internacional da Mulher, ele rebateu: "Que imbecil esse Michel Temer. Quem faz supermercado é mulher? Na minha casa eu que faço Há muitos anos"
Jornalista e escritor Marcelo Rubens Paiva diz estar "provado que Temer é um vampiro que nasceu há 200 anos e pensa como se estivesse no século 18"; em crítica ao discurso do peemedebista em cerimônia pelo Dia Internacional da Mulher, ele rebateu: "Que imbecil esse Michel Temer. Quem faz supermercado é mulher? Na minha casa eu que faço Há muitos anos" (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jornalista e escritor Marcelo Rubens Paiva rebateu, pelo Twitter, o discurso feito por Michel Temer nesta quarta-feira 8 em cerimônia pelo Dia Internacional da Mulher.

Em sua fala, Temer disse que, com a melhora da economia, a mulher terá mais empregos, "além dos afazeres domésticos", indicou que ela é a responsável pela ida ao supermercado e ainda pela formação dos filhos (leia aqui).

"Que imbecil esse Michel Temer. Quem faz supermercado é mulher? Na minha casa eu que faço Há muitos anos", rebateu Rubens Paiva. "Tenho convicção de este é o presidente mais sem-noção que o Brasil democrático já viu", completou.

"Está provado que Temer é um vampiro que nasceu há 200 anos e pensa como se estivesse no século 18", escreveu ainda o jornalista, publicando trechos de seu discurso. "Agora entendemos por que Dilma desprezava (erroneamente) seu vice. É um provedor de frases-feitas. Frases feitas há séculos", ironizou.

"Temer é vice, era para ser vice, fala como um vice, mora no lugar de vice, que não deveria abrir a boca. Nem Serra o aturou", criticou.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email