Sakamoto: Bolsonaro se torna garoto-propaganda de um governo sem políticas de emprego

Segundo avalia o jornalista Leonardo Sakamoto, "devido à quantidade de barbeiragens e bobagens produzidas nos quatro primeiros meses do ano, o governo queimou rapidamente o capital de boa vontade que é conferido a todos os governantes em início de mandato"; "o aumento na reprovação ao seu governo deveria levar a uma reflexão a respeito da razão dessa queda de apoio e por que uma parte da população", reflete 

Sakamoto: Bolsonaro se torna garoto-propaganda de um governo sem políticas de emprego
Sakamoto: Bolsonaro se torna garoto-propaganda de um governo sem políticas de emprego

247 - O jornalista Leonardo Sakamoto, em sua coluna no UOL afirma que "o aumento na reprovação ao seu governo, detectada pelas pesquisas Datafolha e Ibope, no mês de abril, deveria levar a uma reflexão a respeito da razão dessa queda de apoio e por que uma parte da população, principalmente quem ganha até dois salários mínimos por mês, está perdendo a paciência com o presidente. E, a partir daí, concentrar esforços em atender as demandas desses grupos – que, convenhamos, são sempre mais urgentes porque dizem respeito à sobrevivência". 

"O governo Bolsonaro, contudo, optou por aumentar a exposição do presidente na mídia tradicional e nas redes sociais, através da participação de eventos com cobertura da imprensa e na concessão de entrevistas a youtubers, sem trazer nada de novo sobre o combate ao desemprego. A tática aposta na sua capacidade de falar à população para reverter a queda na aprovação. A preocupação principal é o trâmite da Reforma da Previdência". 

"Aposta no sucesso do mensageiro, não na força do conteúdo da mensagem. Bombar Bolsonaro como garoto-propaganda dele próprio e das medidas polêmicas de sua administração é jogada de efeito incerto, pois o sucesso de um governo depende do impacto de suas ações na vida das pessoas".

"Devido à quantidade de barbeiragens e bobagens produzidas nos quatro primeiros meses do ano, da divulgação de golden showers à redução do programa Mais Médicos, seu governo queimou rapidamente o capital de boa vontade que é conferido a todos os governantes em início de mandato". 

Conheça a TV 247

Mais de Mídia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247