Sara morreu. Vendo um fusca 1982

Microsoft tuitou a morte da Amy Winehouse e, simultaneamente, disponibilizou o álbum Back to Black para download. Velocidade ou rentabilidade na informação? Eis a questão

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Pai de uma garotinha de cinco anos e titular do time dos divorciados, já me acostumei a negociar minha agenda na mais perfeita anormalidade. Dessa forma, eu descolo tempo pra curtir minha filhota e consigo manter em ordem tudo que for relacionado ao trabalho. Foi assim que, no último sábado, aproveitei o intervalo das Meninas Super Poderosas para conferir as últimas do Twitter.

Enquanto minha herdeira torcia pro Macaco Louco levar uma surra das Meninas Super Poderosas, eu descobria que Amy Winehouse tinha cantado pra subir. Notícia triste, mas nenhuma surpresa. Só que antes de falar disso, vamos a uma piada. Certa vez, um homem chamado Salim foi a um jornal para publicar o obituário da esposa e pediu que escrevessem "Sara morreu". Surpresa, a redatora do jornal esclareceu que o preço do obituário não era medido pela quantidade de texto. De posse dessa informação, Salim não pestanejou e pediu que trocassem a mensagem para: "Sara morreu. Vendo um Fusca 1982".

A piada não é das melhores, mas se esse Salim existisse com certeza trabalharia na Inglaterra. O caso é que eu soube do falecimento da Amy através do Twitter e até aí tudo bem. Só que a equipe britânica da Microsoft (responsável pelo @tweetbox360) foi além: tuitou a morte da cantora e, simultaneamente, disponibilizou o álbum Back to Black para download. Velocidade ou rentabilidade na informação? Eis a questão.

A Microsoft bem que tentou se desculpar tuitando "desculpem se o tweet anterior sobre o download do álbum de Amy pareceu puramente comercial. Com o seu falecimento, o mundo perdeu um grande talento". Tá certo... só esqueceram de mencionar que, apesar da tragédia, eles não perderam a oportunidade de aumentar seus acessos.

Bem, excluindo-se Salim, Sara e a Microsoft, a morte de Amy vai ser lembrada, também, como um fenômeno de comunicação. O BuzzMetrics (Ibope Nielsen Online) registrou, nas primeiras 24h, 320 mil mensagens em redes sociais (fids), apenas em terras brazucas. Lá fora, o turbilhão foi ainda maior e três álbuns da cantora foram para o topo da lista dos mais vendidos da iTunes.

Fechando a fatura de hoje, acredito que a atitude da Microsoft foi, no mínimo, deselegante. Afinal de contas, eles poderiam ter feito como este colunista aqui, que esperou alguns dias e só agora está vendendo o fusca.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email