Sem Censura passará a ser gravado, após desabafo de Pedro Cardoso ao vivo

Depois que o ator Pedro Cardoso se retirou ao vivo do programa Sem Censura em respeito aos grevistas da EBC e contra as manifestações racistas do presidente da empresa, Laerte Rimoli, o programa terá edições gravadas com antecedência a partir da semana que vem para evitar situações constrangedoras; 

Depois que o ator Pedro Cardoso se retirou ao vivo do programa Sem Censura em respeito aos grevistas da EBC e contra as manifestações racistas do presidente da empresa, Laerte Rimoli, o programa terá edições gravadas com antecedência a partir da semana que vem para evitar situações constrangedoras; 
Depois que o ator Pedro Cardoso se retirou ao vivo do programa Sem Censura em respeito aos grevistas da EBC e contra as manifestações racistas do presidente da empresa, Laerte Rimoli, o programa terá edições gravadas com antecedência a partir da semana que vem para evitar situações constrangedoras;  (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Depois que o ator Pedro Cardoso se retirou ao vivo do programa Sem Censura, no qual era um dos entrevistados, em respeito aos grevistas da EBC e contra as manifestações racistas do presidente da empresa, Laerte Rimoli, a Empresa Brasileira de Comunicação (EBC) determinou que o programa tenha edições gravadas com antecedência a partir da semana que vem para evitar situações constrangedoras.

Uma fonte ouvida pelo Notícias da TV, do UOL, afirmou que, nos bastidores, a apresentadora Katy Navarro foi elogiada por ter mantido a compostura no ar. Ela deixou Pedro falar sem interrompê-lo e, assim que o ator terminou, pontuou: "Eu respeito bastante a sua opinião, respeito a sua saída, a gente vive em uma democracia e precisa respeitar a opinião de cada um".

A anfitriã oficial do programa, Vera Barroso, está de férias. Mas, segundo a fonte, ela não teria o mesmo sangue frio de Katy para lidar com a situação.

A EBC não se manifestou sobre a mudança de transmissão do programa. 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247