Sheherazade adere a protesto contra Bolsonaro e é atacada por seus admiradores

A jornalista Raquel Sheherazade criticou o general Hamilton Mourão (PRT), vice do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), afirmar que casas só com avós e mães são "fábricas de desajustados"; "Sou mulher. Crio dois filhos sozinha. Fui criada por minha mãe e minha avó. Não. Não somos criminosas. Somos heroínas!", disse ela; "Isso. Apoie a esquerda que te massacrou", afirmou o seguidor

Sheherazade adere a protesto contra Bolsonaro e é atacada por seus admiradores
Sheherazade adere a protesto contra Bolsonaro e é atacada por seus admiradores

247 - Conhecida por opiniões políticas radicalmente de direita, Rachel Sheherazade aderiu ao protesto contra o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL). A jornalista compartilhou a hashtag do movimento "Ele Não", após o general Hamilton Mourão afirmar que casas só com avós e mães são "fábricas de desajustados".

"Sou mulher. Crio dois filhos sozinha. Fui criada por minha mãe e minha avó. Não. Não somos criminosas. Somos heroínas!", escreveu ela.

A jornalista foi criticada pelos mesmos que apoiavam até agora sua perseguição à esquerda. "Isso. Apoie a esquerda que te massacrou", disse um seguidor. "Isso não é um apoio aos comunistas. É um repúdio aos fascistas!", rebateu a jornalista.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247