Steve Jobs, miliciano digital

Ele é o dono do pedaço e fica com 30% de tudo que você comprar na Apple Store, o monopolio imposto

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

O carismático CEO e fundador da Apple, Steve Jobs, seria o que poderíamos chamar de "miliciano digital": Ele é o dono da única loja para os apps do iPhone, iPad e iPod e bloqueou esses aparelhos de forma que ninguém mais possa montar uma loja concorrente. Qualquer app para ser vendido por lá, precisa antes ser aprovado por Ele. E todo movimento é intermediado por Ele, que fica com 30% de tudo o que é vendido. Como mesmo funcionam as milicias?

O problema não está nos 30% mas sim no fato de não poder haver concorrência. É que na "comunidade i" (iPone, iPad e iPod) quem manda é ele e nenhum concorrente é benvindo por lá, e ponto final.

Ele bloqueou o negocio de tal forma, que nem Flash roda. E esse papo de que o motivo seria a segurança, é só papo mesmo. O problema é que se Flash funcionasse em seus aparelhos, o usuário poderia rodar aplicações de todos os tipos, sem precisar passar pela Apple Store. Imagine, um sacrilégio.

Mas o cara é genial, os produtos são incríveis e daí todo mundo faz de conta que não vê nada disso e continua lotando as filas dos novos lançamentos da Apple, como no caso do recém lançado iPad 2. Parecido com o que acontece em algumas comunidades, onde o pessoal até defende miliciano pois "apesar de tudo, agora está melhor do que antes".

A estratégia foi brilhante e a execução ainda mais impecável. E isso já garante à Apple a posição de maior empresa do mundo no segmento de tecnologia e a caminho de se tornar a maior do mundo independente de segmento.

Mas a mania de controle do Mr. Jobs, que lhe garantiu o sucesso até aqui, pode vir a se transformar no veneno a derruba-lo.

O novo iPad continuou sem trazer antigos desejos dos consumidores: continua sem rodar Flash, sem ter uma entrada USB, sem ter um mero gerenciador de arquivos, nem tv digital, tudo em nome dessa mania de controle.

Mas se antes os consumidores estavam dispostos a aturar essas manias, para em troca ter um aparelho realmente superior, isso agora já não é tão verdade. Prova disso é que os celulares com sistema Andróide, da Google, já superaram em quantidade os aparelhos rodando o iOS da Apple. E com um mercado tão grande, os desenvolvedores estão lançando aplicativos para Andróide em uma velocidade incrível e, em breve, deverão alcançar o volume da Apple Store.

E quando isso acontecer, Mr. Jobs não será mais o único miliciano digital.

Até lá, sigo fingindo que nada acontece, feliz com meu iPhone 4, meu iPad e até meu MacBook, todos do Mr. Jobs, meu miliciano favorito.

Rodrigo Azevedo é empreendedor, fundador do Portal Comunique-se, tarado pelos produtos da Apple, mas que já encheu o saco dessa mania de controle do Mr. Jobs.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247