Stoppa: apagão é sabotagem para privatizar o setor elétrico

Ambos consideram que o apagão pode ser proposital “Não existe justificativa técnica, isso é sabotagem do governo para privatizar o sistema elétrico brasileiro”, denuncia Stoppa.

Ambos consideram que o apagão pode ser proposital “Não existe justificativa técnica, isso é sabotagem do governo para privatizar o sistema elétrico brasileiro”, denuncia Stoppa.
Ambos consideram que o apagão pode ser proposital “Não existe justificativa técnica, isso é sabotagem do governo para privatizar o sistema elétrico brasileiro”, denuncia Stoppa. (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Brasil 247- O programa “Léo ao quadrado” desta quarta-feira (21) destacou as manobras da ministra do STF Cármen Lúcia para tornar inevitável a prisão de Lula e o suspeito apagão que deixou 14 estados da região norte e nordeste no escuro.

Attuch explicou os últimos desdobramentos no STF. “É a pegadinha da Carminha, eles não irão julgar a ação direta de inconstitucionalidade da prisão em segunda instância, apenas o caso do Lula em especifico”.

“Qualquer brasileiro pode ser preso hoje em segunda instância, isso tudo em prol da trama para prender o Lula, o Supremo acabou, está detonado”, diz Stoppa.  

Attuch comentou a briga entre os ministros Barroso e Gilmar Mendes, “porque um palhaço ganha menos que um ministro do Supremo? A gente brinca, mas é muito degradante ver a suprema corte do Brasil sendo exposta dessa forma”, afirma.

Ele cita o áudio de Jucá, “O STF teve a chance de ser supremo se não tivesse aceitado o golpe, mas optou colocar uma quadrilha no poder, com supremo, com tudo”, condena Attuch

Apagão

Ambos consideram que o apagão pode ser proposital “Não existe justificativa técnica, isso é sabotagem do governo para privatizar o sistema elétrico brasileiro”, denuncia Stoppa.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247