Tales Faria: PF teria áudios de Delcídio falando com Ministros do STF

Segundo o colunista do Fato Online, 'além da gravação da reunião de Delcídio com Bernardo Cerveró mencionando encontros com ministros do Supremo, a Polícia Federal também tem escutas telefônicas do senador, um material que permanece secreto; Nesses telefonemas, Delcídio estaria de fato conversando com os ministros do Supremo Tribunal Federal'

Segundo o colunista do Fato Online, 'além da gravação da reunião de Delcídio com Bernardo Cerveró mencionando encontros com ministros do Supremo, a Polícia Federal também tem escutas telefônicas do senador, um material que permanece secreto; Nesses telefonemas, Delcídio estaria de fato conversando com os ministros do Supremo Tribunal Federal'
Segundo o colunista do Fato Online, 'além da gravação da reunião de Delcídio com Bernardo Cerveró mencionando encontros com ministros do Supremo, a Polícia Federal também tem escutas telefônicas do senador, um material que permanece secreto; Nesses telefonemas, Delcídio estaria de fato conversando com os ministros do Supremo Tribunal Federal' (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News

Por Fernando Brito, do Tijolaço

O colega Tales Faria, que conheci quando ainda trabalhava do Rio, no JB e na Folha, publica uma nota em sua coluna no site Fato Online. Sempre o tive na conta de bom repórter o que torna gravíssimo o que ele diz: que a Polícia Federal tem gravações de conversas entre Delcídio Amaral e ministros do Supremo Tribunal Federal:

Além da gravação da reunião de Delcídio com Bernardo Cerveró mencionando encontros com ministros do Supremo, a Polícia Federal também tem escutas telefônicas do senador, um material que permanece secreto. Nesses telefonemas, Delcídio estaria de fato conversando com os ministros do Supremo Tribunal Federal.Ironicamente, o teor dessas conversas foi obtido por escuta autorizada pelo próprio STF, que investigava Delcídio.

Se é verdade ou não, não se pode afirmar. Mas se pode afirmar que, a esta altura, ninguém mais duvida que isso possa ter acontecido.

PUBLICIDADE

E que, gravada, qualquer conversa, mesmo que não tenha nada de extraordinário, como um pedido de atenção maior a um processo ou um argumento ou ponderação, ainda que em tese, presta-se a colocar sob suspeita qualquer decisão de um ou mais ministros grampeados.

Bastaria que um policial ou um promotor se revolvesse a vazá-la.

E, de novo, já ninguém duvida que haveria vários capazes de fazê-lo, e a prova é que a minuta da delação premiada de Nestor Cerveró foi encontrada nos escaninhos do banqueiro André Esteves.

PUBLICIDADE

Talvez seja esta a razão de o Supremo estar agindo da maneira que está fazendo.

O Estado policial faz várias vítimas, entre elas a independência do Judiciário, que deu, como diz o povão, “asa a cobras”.

Se fossem só seus integrantes os picados por elas, menos mal. Mas isso é veneno mortal para a democracia.

PUBLICIDADE

Delcídio Amaral é um rato, isto está claro.

Mas parece que o “chumbinho” envenenou mais gente.

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email