Telejornais da Record, Band, SBT e RedeTV esconderam que Daniel Silveira é da tropa de choque de Bolsonaro

Ainda que tenham dado bastante destaque à notícia de sua prisão, "Jornal da Record", "Jornal da Band" e "RedeTV! News" evitaram mencionar que Silveira é da tropa de choque bolsonarista

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jornalista Maurício Stycer, em sua coluna no portal UOL publicada nesta quinta-feira (18), relata que "a prisão do deputado federal Daniel Silveira (PSL) foi o principal assunto de todos os telejornais da TV aberta brasileira nesta quarta-feira (17). A ratificação unânime pelo plenário do STF da decisão do ministro Alexandre de Moraes ganhou bastante espaço no noticiário, mesmo nos canais mais abertamente simpáticos ao governo". 

"Conhecido apoiador do presidente Jair Bolsonaro, Silveira foi preso na noite de terça-feira (16) após gravar um vídeo com ameaças a ministros do STF e apologia ao AI-5, o mais duro decreto imposto pela ditadura militar (1964-85) que suspendeu todas as garantias constitucionais", acrescentou Stycer. 

O jornalista diz que, "ainda que tenham dado bastante destaque à notícia de sua prisão, Jornal da Record, Jornal da Band" e RedeTV! News evitaram mencionar que Silveira é da tropa de choque bolsonarista". 

"Esta referência foi feita de forma explícita, em mais de uma ocasião, pelo Jornal Nacional. O telejornal da Globo foi também aquele que dedicou mais tempo ao noticiário sobre a prisão - 28 minutos. Num excesso oficialista, o JN mostrou 11 minutos de transcrições, com imagens da TV Justiça, da sessão do STF que referendou a decisão de Alexandre de Moraes", explica o jornalista. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email