Tijolaço: Jungmann debocha do caso Marielle?

O jornalista Fernando Brito, editor do blog Tijolaço, pergunta se o ministro da segurança pública Raul Jungmann está debochando do caso Marielle ao declarar que a polícia federal vai começar a investigar o caso cinco meses depois da execução violenta da vereadora; ele diz: "qual é o sentido, portanto, de o Ministro (federal) da Segurança Pública, a quem se reporta o interventor federal em dizer que a Polícia Federal 'está pronta para assumir caso Marielle se investigação for federalizada'?"

Tijolaço: Jungmann debocha do caso Marielle?
Tijolaço: Jungmann debocha do caso Marielle? (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jornalista Fernando Brito, editor do blog Tijolaço, pergunta se o ministro da segurança pública Raul Jungmann está debochando do caso Marielle ao declarar que a polícia federal vai começar a investigar o caso cinco meses depois da execução violenta da vereadora. Ele diz: "qual é o sentido, portanto, de o Ministro (federal) da Segurança Pública, a quem se reporta o interventor federal em dizer que a Polícia Federal 'está pronta para assumir caso Marielle se investigação for federalizada'?".

Leia trechos da pensata de Fernando Brito

"Quando pistoleiros dispararam contra o carro em que viajava a vereadora Marielle Franco e a mataram – e ao motorista Anderson Gomes – a segurança pública do Rio de Janeiro já estava sob intervenção federal. Hoje, 151 dias depois, a segurança continua sob intervenção federal.

(...)

Os sublinhados, claro, destinam-se a frisar o óbvio. As polícias estaduais estão sob comando federal e não é crível que seja preciso mais que um telefonema para que agentes federais fossem colocados num caso que, afinal, teve repercussão mundial."

 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247