Tijolaço: Temer diz que Brasil precisa do contrário do que Temer lhe dá

Jornalista Fernando Brito critica contradição de Michel Temer, que está prestes a ser denunciado por corrupção ao Supremo Tribunal Federal; no dia 12 de maio do ano passado, em discurso de posse aos ministros, Temer pediu "confiança" ao povo brasileiro; "Confiança nos valores que formam o caráter de nossa gente. Na vitalidade da nossa democracia. (...) É urgente fazermos um governo de salvação nacional", disse ele na época; "Inacreditável como aquilo que, pouco mais de um ano atrás, soava apenas ridículo, soa hoje como trágico", criticou Fernando Brito; "O governo Temer não tem apoiadores, passou a ter cúmplices"

Presidente Michel Temer 29/03/2017 REUTERS/Ueslei Marcelino
Presidente Michel Temer 29/03/2017 REUTERS/Ueslei Marcelino (Foto: Aquiles Lins)

Por Fernando Brito, do Tijolaço - Do discurso de Michel Temer, ao dar posse aos ministros do governo do golpe, há exatos 13 meses, em 12 de maio de 2016:

A minha primeira palavra ao povo brasileiro é a palavra confiança.
Confiança nos valores que formam o caráter de nossa gente. Na vitalidade da nossa democracia. Confiança na recuperação da economia nacional(…) Em suas instituições sociais e políticas. E na capacidade de que, unidos, poderemos enfrentar os desafios deste momento que é de grande dificuldade.
Reitero, como tenho dito ao longo do tempo, que é urgente pacificar a Nação e unificar o Brasil.
É urgente fazermos um governo de salvação nacional.

Inacreditável como aquilo que, pouco mais de um ano atrás, soava apenas ridículo, soa hoje como trágico.

Josias de Souza, insuspeito de petismos, diz hoje em seu blog:

“Temer está cada vez mais parecido com Eduardo Cunha. A diferença é que Cunha usava a estrutura da Câmara. E Temer abusa da engrenagem de todo o governo. É um caso clássico de obstrução da Justiça. Se não desfrutasse das imunidades inerentes ao cargo, Temer talvez estivesse preso na companhia do ex-assessor Rodrigo Rocha Loures, na penitenciária da Papuda.”

O governo Temer não tem apoiadores, passou a ter cúmplices.

Conheça a TV 247

Mais de Mídia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247