Tijolaço: Temer recua do recuo do recuo até em foto oficial

Jornalista Fernando Brito comenta a polêmica em torno da foto oficial de Michel Temer, cuja versão foi divulgada com recortes e "marcas escandalosas de Photoshop no céu de anil que lhe providenciaram, o único que conseguiu até agora"; "Agora, noticia O Globo, recuou-se daquela versão e já há um novo Temer, devidamente retocado. O que, deveras, não adianta muito. O jornal recorda que, em setembro, o usurpador dizia que, alem de parecer um morto nas fotografias, o retrato oficial não o agradava por ser 'um culto à personalidade que não é compatível com a democracia'", diz Brito

Jornalista Fernando Brito comenta a polêmica em torno da foto oficial de Michel Temer, cuja versão foi divulgada com recortes e "marcas escandalosas de Photoshop no céu de anil que lhe providenciaram, o único que conseguiu até agora"; "Agora, noticia O Globo, recuou-se daquela versão e já há um novo Temer, devidamente retocado. O que, deveras, não adianta muito. O jornal recorda que, em setembro, o usurpador dizia que, alem de parecer um morto nas fotografias, o retrato oficial não o agradava por ser 'um culto à personalidade que não é compatível com a democracia'", diz Brito
Jornalista Fernando Brito comenta a polêmica em torno da foto oficial de Michel Temer, cuja versão foi divulgada com recortes e "marcas escandalosas de Photoshop no céu de anil que lhe providenciaram, o único que conseguiu até agora"; "Agora, noticia O Globo, recuou-se daquela versão e já há um novo Temer, devidamente retocado. O que, deveras, não adianta muito. O jornal recorda que, em setembro, o usurpador dizia que, alem de parecer um morto nas fotografias, o retrato oficial não o agradava por ser 'um culto à personalidade que não é compatível com a democracia'", diz Brito (Foto: Aquiles Lins)

Por Fernando Brito, do Tijolaço - Ele, modesto, recatado e do palácio, não ia fazer retrato oficial para as repartições.

Depois, recuou e fez.

Mas alguém, ávido por puxar o saco do chefe e de algum colunista, distribuiu a foto com recortes e marcas escandalosas de Photoshop no céu de anil que lhe providenciaram, o único que conseguiu até agora.

E Michel Temer, o piada de mau gosto pronta, saiu num “acidente pavoroso” que virou chacota na internet.

O retrato era até realista, porém.

Ressaltava-lhe o papo, e papo foi o que o levou ao poder pela conspiração.

Fazia-lhe um halo artificial, emprestando a carinha de santo do pau oco.

E a caratonha estava imensa em relação à sua estatura minúscula.

Agora, noticia O Globo, recuou-se daquela versão e já há um novo Temer, devidamente retocado. O que, deveras, não adianta muito.

O jornal recorda que, em setembro, o usurpador dizia que, alem de parecer um morto nas fotografias, o retrato oficial não o agradava por ser “um culto à personalidade que não é compatível com a democracia”

Não é o seu retrato que é incompatível com a democracia, Sr. Temer.

É o senhor.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247