TSE se une a Facebook e Google contra fake news, mas não especifica ações

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) assinou nesta quinta-feira (28) um memorando de entendimento com o Facebook e o Google para evitar a proliferação de notícias falsas (fake news) no período eleitoral; o documento de apenas duas páginas, no entanto, não detalha nenhuma iniciativa nesse sentido

fake news fakenews
fake news fakenews (Foto: Gisele Federicce)

Por Felipe Pontes, repórter da Agência Brasil - O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) assinou hoje (28) um memorando de entendimento com o Facebook e o Google para evitar a proliferação de notícias falsas (fake news) no período eleitoral.

As empresas se comprometeram a "combater a desinformação gerada por terceiros", observando para isso o cumprimento a normas internacionais de direitos humanos e às boas práticas da indústria.

O documento de apenas duas páginas, no entanto, não detalha nenhuma iniciativa nesse sentido, dizendo apenas que o combate se dará por meio de "prevenção de práticas dolosas de desinformação, projetos de fomento à educação digital e iniciativas que promovam o jornalismo de qualidade".

Outro memorando foi assinado também com a Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), com o mesmo objetivo de combater as fake news.

O presidente do TSE, ministro Luiz Fux, participou de solenidade em que os documentos foram assinados nesta quinta-feira. No início deste mês, ele firmou acordo semelhante com representantes de partidos políticos, que se comprometeram a "manter um ambiente eleitoral imune de disseminação de notícias falsas".

Conheça a TV 247

Mais de Mídia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247