Valor Pro repercurte 247 em novo plágio de Marina

Site de notícias econômicas e financeiras do jornal Valor noticia furo de 247 sobre novo trecho copiado de programa de Marina Silva; reportagem lembra que, com essa denuncia, acusações já causam constrangimento para a candidata do PSB; só um detalhe: não houve acusação, mas publicação de uma notícia

Site de notícias econômicas e financeiras do jornal Valor noticia furo de 247 sobre novo trecho copiado de programa de Marina Silva; reportagem lembra que, com essa denuncia, acusações já causam constrangimento para a candidata do PSB; só um detalhe: não houve acusação, mas publicação de uma notícia
Site de notícias econômicas e financeiras do jornal Valor noticia furo de 247 sobre novo trecho copiado de programa de Marina Silva; reportagem lembra que, com essa denuncia, acusações já causam constrangimento para a candidata do PSB; só um detalhe: não houve acusação, mas publicação de uma notícia (Foto: Aline Lima)

247 - O site de notícias econômicas e financeiras do jornal Valor, o Valor Pro, noticiou, nesta quinta-feira (4), furo de reportagem do Brasil 247, que tratou do novo trecho copiado de programa de Marina Silva (leia aqui). O 247 mostrou que trechos usados no "eixo 3", sobre "Educação, cultura e ciência, Tecnologia e Inovação" do programa da candidata do PSB foram copiados na íntegra de um artigo publicado pela edição número 89 da Revista da USP (março/maio 2011), sem citar a fonte nem o autor. O texto original, "De olho no futuro: a 4ª Conferência Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação", foi escrito pelo professor Luiz Davidovich, secretário-geral da 4ª Conferência Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação para um Desenvolvimento Sustentável. 

A reportagem do Valor Pro, feira por Raphael Di Cunto, disse que "o site “Brasil 247” acusou nesta quinta-feira a candidata do PSB à Presidência, Marina Silva, de plagiar em seu programa de governo partes de um artigo acadêmico sobre ciência e tecnologia, com um parágrafo exatamente igual e outros dois com apenas algumas pequenas mudanças de palavras".

"A denúncia se soma a outros problemas no programa de governo, como a cópia idêntica de três artigos de um decreto do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) de 1996 para o programa de direitos humanos e a retirada de propostas do movimento lésbicas, gays, bissexuais e transexuais (LGBT) que haviam sido incorporadas ao programa por um “erro de revisão”", relata a matéria. .

O professor Davidovich afirmou ao Valor Pro não ter colaborado com o programa de governo de Marina e de nenhum outro candidato por pertencer à diretoria da Academia Brasileira de Ciência (ABC), que permanece neutra na disputa presidencial. Contudo, disse que os trechos destacados no artigo são resultado da 4ª Conferência Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação, realizada em 2010 e da qual foi secretário-geral.

 

Conheça a TV 247

Mais de Mídia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247