Veículos de imprensa fazem parceria para divulgar dados da pandemia de Covid-19 no Brasil

Informações que deveriam partir naturalmente do Ministério da Saúde do governo Jair Bolsonaro serão divulgados por equipes de veículos de comunicação

Brazil's President Jair Bolsonaro wearing a protective face masks reacts during a news conference to announce measures to curb the spread of the coronavirus disease (COVID-19) in Brasilia, Brazil March 18, 2020. REUTERS/Adriano Machado
Brazil's President Jair Bolsonaro wearing a protective face masks reacts during a news conference to announce measures to curb the spread of the coronavirus disease (COVID-19) in Brasilia, Brazil March 18, 2020. REUTERS/Adriano Machado (Foto: ADRIANO MACHADO)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Após Jair Bolsonaro restringir o acesso a dados sobre a pandemia da Covid-19, os veículos de comunicação Globo, Extra, O Estado de S. Paulo, Folha de S. Paulo, UOL e G1 decidiram trabalhar juntos para buscar informações omitidas pelo governo federal. A reportagem é do jornal O Globo.

Dados que partiriam naturalmente do Ministério da Saúde agora serão divulgadas por equipes de veículos de comunicação, que devem trabalhar seguindo uma divisão estratégica de tarefas para obtenção de registros de mortes, casos confirmados e avanço do novo coronavírus no Brasil.

Comandado por militares, o Ministério da Saúde mudou o número de infectados e mortos por causa do novo coronavírus divulgado neste domingo. Depois de anunciar 1.382 mortes por Covid-19 no país, mais tarde alterou o número para 525, uma diferença de 857 óbitos

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email