Vencedora do BBB 19, Paula terá que depor por intolerância religiosa

De acordo com a Polícia Civil do Rio, Paula é investigada por injúria por preconceito baseada em intolerância religiosa dentro da casa do BBB; ela terá de depor na Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi) já na próxima semana

Vencedora do BBB 19, Paula terá que depor por intolerância religiosa
Vencedora do BBB 19, Paula terá que depor por intolerância religiosa (Foto: Reprodução)

247 - Vencedora do BBB 19, o que lhe rendeu o prêmio de R$ 1,5 milhão, Paula terá que depor na próxima semana na Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi). De acordo com a Polícia Civil do Rio, ela é investigada por injúria por preconceito baseada em intolerância religiosa, informa reportagem do Jornal Extra.

As declarações que motivaram a investigação aconteceram ainda durante o programa, dentro da casa do Big Brother Brasil. Após uma conversa com Diego e Hariany, Paula disse que tinha medo de Rodrigo por ele ter contato com "esse negócio de Oxum". Ela também declarou que "nosso Deus é maior".

Quando saiu da casa, Paula, que é bacharel em Direito, afirmou que vai procurar se retratar com todo mundo que magoou dentro e fora do confinamento por conta de suas declarações. "Eu não tenho noção do que está acontecendo aqui fora. Não sei bem o que fiz e falei. Só tenho noção de que falo coisas desnecessárias 24 horas por dia. Vou me retratar com todo mundo. Fui eu mesma e não medi as palavras", disse.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247