Vera Magalhães apela para que parlamentares, juízes e grupos de mídia não sejam cúmplices da ditadura Bolsonaro

"Senhores civis e militares, examinem suas consciências: com quanto de abusos os senhores estão dispostos a transigir?", diz a colunista do jornal Estado de S. Paulo e da Jovem Pan

Vera Magalhães
Vera Magalhães (Foto: DIVULGAÇÃO)

247 – A jornalista Vera Magalhães, colunista da Jovem Pan e do Estado de S. Paulo, publicou artigo em que apela para que a sociedade brasileira reaja aos impulsos ditatoriais de Jair Bolsonaro. "Deputados e senadores, os senhores foram tão eleitos quanto o presidente. Engavetem logo essas tentativas de usar excludente de ilicitude como se fosse band-aid. Não é. É instrumento excepcional. Não sejam cúmplices desse atentado gradual e diário à democracia, pois a próxima vítima podem ser os senhores. Vale para veículos de imprensa, que olham acovardados para as investidas contra seus congêneres sem se dar conta de que estão no mesmo balaio", escreve ela. em sua coluna.

"E vale para os ministros do Supremo. Parem de investir vocês também contra a segurança jurídica do País e se assenhorem do seu papel de guardiões da Constituição. Um ministro me disse nesta semana que se Bolsonaro insistir no caminho do arbítrio haverá demissão coletiva. Será? Senhores civis e militares, examinem suas consciências: com quanto de abusos os senhores estão dispostos a transigir? Porque um tanto vocês já engoliram em meio a risos nervosos e declarações bizarras", aponta.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247