Viciados nas redes sociais

Internautas brasileiros passam 41h por semana em sites como Twitter e Facebook

247 - Está provado que os internautas brasileiros não largam mesmo as redes sociais. A expressão americana "Facebook black out" (apagão Facebook), que descreve um usuário que entra na rede e passa horas seguidas por lá sem nem perceber, foi representada em números por uma pesquisa da empresa de monitoração e análise de mídia E.Life. Só que não apenas para a rede social de Mark Zuckerberg.

O levantamento mostrou que os usuários brasileiros de redes sociais passam em média 41 horas por semana nesses sites. No caso do microblog Twitter, o maior interesse é em se manter informado. Já no Facebook, Orkut e MSN, manter os laços com amigos é o que faz essas pessoas passarem tanto tempo na web.

Os números da pesquisa também mostram que o acesso à Internet pelos celulares cresceu. Coletados de novembro de 2010 a janeiro de 2011, os dados revelam que 44,8% dos usuários entram na rede por esse meio, ante 34,4% no ano passado. Porém, a forma mais comum para navegar ainda é por meio dos computadores, representados por 82,2% dos participantes da pesquisa. Em seguida vêm os notebooks e, sem divulgar números, a empresa afirma que o número de acessos via netbooks, iPod Touch, consoles de videogames, tablets e televisores também cresceu.

O estudo envolveu 945 usuários de redes sociais do Brasil, que poderiam dar mais de uma opção por pergunta.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247