Vídeo: lembre o dia em que Diogo Mainardi disse querer dar beijos e lambidas em Deltan Dallagnol

Apresentador do Manhattan Connection, que tomou uma invertida de Haddad nesta quarta, já disse em 2015, quando Dallagnol foi entrevistado no programa, que se estivesse ao seu lado “teria tascado uns 18 beijos e dado umas lambidas”. Hoje a Lava Jato foi desmontada após uma história de crimes

Deltan Dallagnol e Diogo Mainardi
Deltan Dallagnol e Diogo Mainardi (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em uma cena de completa sabujice de Diogo Mainardi em relação à Lava Jato, o jornalista chegou a dizer ao procurador Deltan Dallagnol que gostaria de lhe ‘tascar uns 18 beijos’ e também ‘umas lambidas’. “A minha babação de ovo se justifica”, declarou, numa edição do programa Manhattan Connection exibida em 11 de outubro de 2015, quando Deltan foi convidado do programa.

O vídeo foi resgatado e publicado pelo deputado Alencar Santana Braga (PT-SP) no Twitter, um dia depois de Mainardi ter tomado uma invertida de Fernando Haddad no mesmo programa, na noite desta quarta-feira (10). O petista, que ouvi de Mainardi que ele era um “poste de ladrão”, em referência a Lula, disse que o jornalista tem ‘problemas psicológicos’ e alertou que seu herói, Sergio Moro, será “desmascarado”.

No programa de 2015, Mainardi disse, de Veneza, onde mora: “Se eu estivesse no lugar do Ricardo [Amorim], eu já teria tascado uns 18 beijos no doutor Deltan Dallagnol, teria dado umas lambidas. A minha babação de ovo se justifica porque é uma turma extraordinária, o Ministério Público, a PF, o juiz Sergio Moro”.

“O Brasil costuma dar muito azar nessas questões, e nesse caso específico deu uma sorte imensa, uma sorte danada, porque reuniu pessoas boas, com capacidade técnica, desinteressadas, corajosas, é uma oportunidade única para o Brasil”, acrescentou.

Assista:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email