HOME > Mídia

Villaça: sem provas, delação de Palocci se presta a “demonização”

O crítico de cinema Pablo Villaça comentou em seu perfil no Twitter o depoimento do ex-ministro Antonio Palocci ao juiz federal Sérgio Moro; "Esta não é a primeira vez que alguém 'incrimina' Lula" para tentar agradar o juiz federal Sérgio Moro e se livrar da cadeia em Curitiba. "A questão é: tem provas?, complementa Villaça; O crítico de cinema mineiro encerrou a sequência de quatro tweets dizendo que "se Palocci não apresentar provas contra Lula, podem ter certeza que ninguém mais apresentará, Se há alguém que poderia tê-las, é ele"

O crítico de cinema Pablo Villaça comentou em seu perfil no Twitter o depoimento do ex-ministro Antonio Palocci ao juiz federal Sérgio Moro; "Esta não é a primeira vez que alguém 'incrimina' Lula" para tentar agradar o juiz federal Sérgio Moro e se livrar da cadeia em Curitiba. "A questão é: tem provas?, complementa Villaça; O crítico de cinema mineiro encerrou a sequência de quatro tweets dizendo que "se Palocci não apresentar provas contra Lula, podem ter certeza que ninguém mais apresentará, Se há alguém que poderia tê-las, é ele" (Foto: Charles Nisz)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O crítico de cinema Pablo Villaça comentou o depoimento do ex-ministro Antonio Palocci em seu Twitter dizendo que "esta não é a primeira vez que alguém 'incrimina' Lula" para tentar agradar o juiz federal Sérgio Moro e se livrar da cadeia em Curitiba. "A questão é: tem provas?", complementa o crítico de cinema mineiro.

Vlllaça pondera que se houver provas, haverá uma inegável e colossal decepção dos eleitores com Lula. Mas que se não houver, será mais do mesmo - a demonização de alguém que ameaça a "república de Curitiba" - como é chamada a força-tarefa e o conjunto de juízes e procuradores da Lava Jato na capital paranaense.

Na opinião de Villaça, "não é possível que eles tenham encontrado provas contra todo mundo, mas contra Lula só existam ilações e a teoria do 'domínio do fato". O crítico de cinema encerrou a sequência de quatro tweets dizendo que "se Palocci não apresentar provas contra Lula, podem ter certeza que ninguém mais apresentará, Se há alguém que poderia tê-las, é ele."

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: