Vinde a mim as criancinhas

Ronald McDonald est de volta, e seduzindo pequenos pela Internet

Siga o Brasil 247 no Google News

247 – Ronald McDonald não morreu. O sumido palhaço da rede americana McDonald’s voltou com toda força em uma campanha destinada ao público infantil e voltada à Internet. Parece não haver uma única boa notícia. A comida fast-food oferecida pelas lanchonetes da rede é a principal responsável pela obesidade infantil, doença que cresce a cada ano nos Estados Unidos. Além disso, a Internet é um meio muito matreiro de se aproximar dos pequenos, já que os pais – mesmo prezando pela boa educação de seus filhos – não têm como monitorá-los 24 horas.

A campanha mostra um Ronald McDonald muito animado – como sempre –, dançando e jogando futebol. E o principal: convidando as crianças a visitarem sua página na Internet para baixar fotos e vídeos e compartilhar com os amigos. Serão seis vídeos veiculados nos próximos meses. “Hoje as crianças vivem no mundo digital”, disse Dean Barret, o porta-voz de marketing do McDonald’s, ao jornal USA Today. “É preciso falar com as crianças em uma linguagem digital para haver conexão.”

Como afirma a psicóloga Carol Moog ao mesmo veículo, os pais já estão ficando doidos tentando lidar com a relação da Internet, as mídias sociais e suas crianças. “Por que eu iria querer que meu filho fizesse isso?”, pergunta. No comercial em que o palhaço abraça crianças carregando uma moldura de fotos vazia, a empresa adverte: “Peça permissão aos seus pais”. A diretora da organização Responsabilidade Corporativa Internacional, Deborah Lapidus, ainda questiona: “Se o McDonald´s realmente se apoia na ideia de que essa é uma ‘escolha dos pais’, então por que a campanha é direcionada a crianças, e não aos pais?”.

Assista ao comercial no site do McDonald´s.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email