Xico Sá a Witzel: canalha matador de pobres

Jornalista dispara contra o governador do Rio de Janeiro, que nesta semana disse que grupos de direitos humanos são responsáveis pelas mortes de cinco jovens inocentes em comunidades

(Foto: Agência Brasil / Editora 247)

247 - O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), já ultrapassou todos os limites do discurso de ódio em seus pouco mais de sete meses de mandato - se é que há algum limite para o ódio. Numa reação legítima, o jornalista Xico Sá chamou Witzel de "canalha matador de pobres" em sua conta no Twitter.

Nesta semana, Witzel culpou grupos que atuam em defesa dos direitos humanos pelas mortes de cinco jovens inocentes em comunidades nos últimos dias. Ele ainda chamou os militantes da área de ‘pseudodefensores’.

“Esses pseudodefensores de direitos humanos não querem que a polícia mate quem está de fuzil. Porque se não mata quem está de fuzil, quem morre são os inocentes. Os cadáveres desses jovens não estão no meu colo, estão no colo de vocês, que não deixam os policiais fazerem o trabalho que tem que ser feito”, acusou.

O governador também duvidou da autenticidade de 1.500 cartas escritas por crianças que relatam, por meio de desenhos e textos, como os moradores de comunidades são abordados pela polícia.

Vale lembrar que o governador do Rio causou intensa polêmica por ter participado de uma ação da polícia que atirou contra moradores em Angra dos Reis de um helicóptero e, durante a campanha, pousou ao lado de candidatos que quebraram uma placa em homenagem à vereadora assassinada Marielle Franco.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247