Youtube fecha, por tempo indeterminado, o canal bolsonarista Terça Livre

Plataforma apontou que o canal do blogueiro Allan dos Santos violou as regras internas e promoveu informações falsas

Blogueiro Allan dos Santos
Blogueiro Allan dos Santos (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Um dos principais canais bolsonaristas, o Terça Livre, que é investigado por disseminação de fake news e ataques às instituições, foi fechado por tempo indeterminado pelo Youtube. 

O YouTube encerrou na noite desta quarta-feira (3) o canal bolsonarista Terça Livre, removendo-o da plataforma, por violações de regras internas. "Um dos vídeos voltava a apontar supostas fraudes nas eleições presidenciais nos Estados Unidos. Uma das regras do You Tube se refere à 'política de integridade da eleição presidencial' e gera advertências para vídeos que contêm alegações falsas sobre pessoas mortas votando na eleição americana, falhas nas máquinas de votação que teriam mudado os votos, outra afirmação mentirosa, e também de cédulas falsas. Outro vídeo foi alvo de advertência por violar a regra do YouTube que proíbe conteúdo que seja 'incitação para que outras pessoas cometam atos violentos contra indivíduos ou um grupo definido de pessoas'", aponta reportagem da Folha de S. Paulo.

Em comunicado em seu site, o Terça Livre informou que o YouTube havia encerrado os dois canais nesta quarta-feira e atribuía a medida à campanha do “grupo de ativismo pró-censura” Sleeping Giants, que pressiona anunciantes e plataformas.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email