Zuckerberg aceita se reunir com organizadores do boicote ao Facebook

Gigantes do mercado, como Adidas, Ford, HP, Unilever, Coca-Cola e Starbucks apoiaram o boicote contra o Facebook

Mark Zuckerberg
Mark Zuckerberg (Foto: REUTERS/Erin Scott)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Mark Zuckerberg, fundador e CEO do Facebook, concordou em se reunir com os organizadores do boicote publicitário, ao qual se juntaram vários gigantes do mercado, que retiraram sua publicidade da rede social.

De acordo com um porta-voz da empresa, citado pela Bloomberg, o Facebook entrou em contato com ativistas na semana passada para marcar uma reunião com a diretora de operações da empresa, Sheryl Sandberg, e a diretora de produtos, Chris Cox, enquanto promotores do boicote, pediram que Zuckerberg também participasse das negociações.

"Desde então, confirmamos que Mark pode participar", disse o porta-voz, acrescentando que o Facebook "aguarda a resposta e aguarda a oportunidade de continuar o diálogo", informa Russia Today.

Boicote

Zuckerberg perdeu mais de US $ 7 bilhões após grandes anunciantes retirarem sua publicidade da plataforma. Várias empresas declararam que retirariam anúncios do Facebook como parte de um boicote organizado por grupos de direitos civis, incluindo a Liga Anti-Difamação (ADL), NAACP, Color of Change e outros.

A campanha # StopHate4Profit incentiva as empresas a remover especificamente seus anúncios do Facebook, porque alegam que a empresa amplifica as vozes dos supremacistas brancos e não faz o suficiente para impedir a disseminação do discurso de ódio.

As empresas que aderiram à iniciativa incluem Adidas, Ford, HP, Unilever, Coca-Cola e Starbucks.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email