20º Congresso Nacional do Partido Comunista Chinês se aproxima após ‘década gloriosa’

Evento máximo da vida política chinesa começa no próximo sábado (16), informa nosso correspondente em Pequim

www.brasil247.com - Evento de 100 anos de fundação do Partido Comunista da China reúne milhares de participantes em Pequim
Evento de 100 anos de fundação do Partido Comunista da China reúne milhares de participantes em Pequim (Foto: mídia chinesa)


Leonardo Sobreira, de Pequim 

Publicado originalmente no Diário do Povo

Em 2012, a China embarcava em um estágio de crescimento econômico de alta qualidade sem precedentes na história do mundo. Foi também naquele ano, após o 18º Congresso Nacional do Partido Comunista Chinês, que Xi Jinping foi eleito secretário-geral do PCCh e presidente da Comissão Militar Central.

Já em sua fala à imprensa logo após o evento, Xi deu ênfase às aspirações econômicas do povo chinês e destacou o peso da responsabilidade histórica carregada pelo PCCh.

“Nosso povo ama a vida e espera melhor educação, empregos mais estáveis, melhor renda, segurança social mais confiável, assistência médica de alto padrão, condições de vida mais confortáveis e um ambiente mais bonito”, discursou o então novo líder, que teve o posto de presidente confirmado em 2013.

“Eles esperam que seus filhos possam crescer melhor, trabalhar melhor e viver melhor. O anseio das pessoas por uma vida boa e bela é o objetivo pelo qual lutamos”, acrescentou Xi.

As estatísticas econômicas da China na década seguinte, os ‘10 anos gloriosos’, revelam que Xi não fez promessas vazias. O país respondia por mais de 18% da economia global em 2021, ante 11,4% em 2012, com o PIB per capita saltando de US$ 6,300 para US$ 12,500 no período. A classe média se expandiu para um terço da população na última década, e quase 100 milhões de chineses saíram da pobreza.

A China também estabeleceu os maiores sistemas de educação, previdência social e assistência médica e de saúde do mundo, com a expectativa de vida da população aumentando para 77,9 anos em 2021, ante 75,4 anos em 2012.

Aliada ao crescimento econômico de alta qualidade está a preocupação com o meio ambiente, um dos temas centrais do pensamento de Xi. As terras arborizadas da China representam cerca de um quarto do total mundial e emissões de gás carbônico por unidade de PIB caíram cerca de 34% na última década. O país agora lidera o mundo em capacidade instalada de energia eólica e fotovoltaica e outras energias verdes, e também na produção e venda de veículos de energia nova.

Por outro lado, o 20º Congresso acontecerá em um contexto de novos desafios. A economia chinesa é alvo de uma tentativa de isolamento em setores estratégicos, como o de semicondutores, por parte do Ocidente. Também enfrenta as consequências da redução da atividade econômica em decorrência da pandemia de Covid-19. Nesse contexto, Xi propõe cada vez mais suas próprias teorias econômicas, como ‘prosperidade comum’ e ‘prevenção da expansão desordenada do capital’.

No campo geopolítico, as provocações anti-China aumentam ao mesmo tempo que cresce a solidariedade de países em desenvolvimento com Beijing. Seja em Xinjiang ou em Taiwan, o Ocidente vem dobrando a aposta nas táticas de desestabilização, e Xi demonstrou sua determinação em eliminar qualquer tentativa de conter o crescimento da China.

Os próximos 5 anos serão marcados pela resolução desses desafios e a continuidade das políticas desenvolvimentistas levadas a cabo por Beijing. Esses obstáculos são pequenos para PCCh, que, na última década demonstrou capacidade de intensificar o ímpeto do objetivo histórico do rejuvenescimento nacional da China. 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247