"China é uma espécie de ameaça global", diz Trump sobre poder militar do país asiático

Presidente dos EUA, Donald Trump, diz que a China aumenta o poder militar mais rapidamente do que todos no mundo. "E, francamente, estão fazendo isso com dinheiro americano", afirmou

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik - O presidente dos EUA, Donald Trump, disse nesta sexta-feira que a China é uma "espécie de ameaça global", pois aumenta o poder militar mais rapidamente do que todos no mundo.

Trump se reuniu com o primeiro-ministro da Austrália nesta sexta-feira e respondeu a repórteres se a China é um inimigo estratégico dos Estados Unidos.

"Bem, é óbvio que a China é de alguma forma uma ameaça ao mundo, porque eles estão desenvolvendo suas capacidades militares mais rapidamente do que qualquer um no mundo e, francamente, estão fazendo isso com dinheiro americano", disse o presidente dos EUA a repórteres.

O líder norte-americano explicou que se referiu às relações econômicas e comerciais injustas entre os dois países. Ao mesmo tempo, de acordo com Trump, Washington e Pequim estão "muito perto de um acordo" no comércio.

Donald Trump disse ainda que acredita que a China não tem escolha a não ser negociar um acordo comercial com Washington. De acordo com ele, Pequim realmente quer chegar a um acordo o mais rápido possível, pois a economia chinesa estaria sofrendo pesadas perdas. A economia americana, segundo Trump, apenas se beneficia disso.

A próxima rodada de negociações entre os Estados Unidos e a China está marcada para o início de outubro.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email