Acidente deixa pelo menos 42 mortos na França

Um ônibus e um caminhão bateram de frente e pegaram fogo próximo a Bordeaux nesta sexta-feira, de acordo com autoridades, no pior acidente rodoviário na França em décadas; outras cinco pessoas ficaram feridas na colisão, que aconteceu na região de Gironde; o presidente da França, François Hollande, falando em visita a Atenas, disse que foi "mergulhado em tristeza pela tragédia"

Um ônibus e um caminhão bateram de frente e pegaram fogo próximo a Bordeaux nesta sexta-feira, de acordo com autoridades, no pior acidente rodoviário na França em décadas; outras cinco pessoas ficaram feridas na colisão, que aconteceu na região de Gironde; o presidente da França, François Hollande, falando em visita a Atenas, disse que foi "mergulhado em tristeza pela tragédia"
Um ônibus e um caminhão bateram de frente e pegaram fogo próximo a Bordeaux nesta sexta-feira, de acordo com autoridades, no pior acidente rodoviário na França em décadas; outras cinco pessoas ficaram feridas na colisão, que aconteceu na região de Gironde; o presidente da França, François Hollande, falando em visita a Atenas, disse que foi "mergulhado em tristeza pela tragédia" (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Claude Canellas

BORDEAUX, França (Reuters) - Quarenta e duas pessoas, na maioria idosos, morreram quando um ônibus e um caminhão bateram de frente e pegaram fogo próximo a Bordeaux nesta sexta-feira, de acordo com autoridades, no pior acidente rodoviário na França em décadas.

Outras cinco pessoas ficaram feridas na colisão, que aconteceu na região de Gironde, a 60 quilômetros de Bordeaux, disse uma autoridade da prefeitura local.

Um porta-voz do Ministério do Interior francês disse que, até onde sabia, todos os passageiros eram franceses e da região.

O presidente da França, François Hollande, falando em visita a Atenas, disse que foi "mergulhado em tristeza pela tragédia".

O ônibus levava cerca de 50 passageiros do vilarejo de Petit Palais para a região de Landes, de acordo com as autoridades. A maioria era de idosos, disse Gilles Savary, membro do Parlamento da região de Gironde, à TV.

Relatos da mídia indicam que o acidente foi o mais grave na França em mais de 30 anos.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247