Alberto Fernández sanciona lei que dá aumento trimestral aos aposentados argentinos

"Estamos convencidos de que o Estado deve estar presente para reparar as iniquidades que o mercado tem gerado. E este é um deles", disse Alberto Fernández ao comentar a sanção de medida que estabelece reajuste trimestral das aposentadorias .

(Foto: Reprodução Twitter)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O presidente argentino, Alberto Fernández, sancionou neste domingo (3) a chamada Ley de Movilidad Jubilatoria, que estabelece uma nova fórmula de reajuste das aposentadorias e pensões ao longo de 2021.

Em sua página nas redes sociais, o presidente argentino comemorou a medida e reforçou a importância do Estado no combate às desigualdades.

"Hoje promulgamos a Lei da Mobilidade da Aposentadoria, que prevê reajustes trimestrais para que os aposentados tenham previsão de renda", defendeu Alberto Fernández.

A norma sancionada prevê a aplicação de reajuste trimestral dos ativos previdenciários com fórmula que reúne 50% da arrecadação do Anses e mais 50% da variação salarial medida pela evolução dos salários formais feita pelos Ministério do Trabalho (RIPTE) e os salários apurados pelo Indec, onde será cobrado o maior.

"Estamos convencidos de que o Estado deve estar presente para reparar as iniquidades que o mercado tem gerado. E este é um deles", reforçou.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email