Alemanha reage contra ódio e mentiras nas redes sociais

O ministro da justiça alemão, Heiko Maas, anunciou o que o país está empenhado no combate ao discurso de ódio na internet, especialmente nas redes sociais; a fala do político foi destacada pela imprensa internacional, em um momento de crescente discussão sobre o papel dos Estados na luta contra este tipo de conduta; os alemães pretende criar multas de até €53 milhões 

Heiko Maas, ministro da justiça da Alemanha
Heiko Maas, ministro da justiça da Alemanha (Foto: Giuliana Miranda)

247 - O ministro da Justiça da Alemanha, Heiko Maas, veio à público dizer que o país europeu se esforçará no combate ao discurso de ódio na internet, com foco especialmente nas redes sociais. 

A decisão foi destacada na imprensa internacional, incluindo o The New York Times, informa o colunista Nelson de Sá na Folha de S.Paulo.

"O ministro alemão da Justiça, destacam 'Die Zeit', 'Süddeutsche Zeitung' e outros, quer 'combater discurso de ódio com multas altas'. Citando Facebook, YouTube (Google) e outros, prevê penas de 53 milhões de euros. Em sua frase que mais ecoou, 'precisamos aumentar a pressão sobre as redes sociais'.

No "New York Times", 'a ação vem no momento em que as empresas de tecnologia enfrentam escrutínio crescente, no mundo, sobre a forma como policiam discurso de ódio, propaganda terrorista e notícias falsas, debate particularmente intenso na Alemanha'.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247