'Aliados dóceis', Brasil e EUA boicotam reunião presidida pela Venezuela na ONU

O governo de extrema-direita de Jair Bolsonaro, submisso ao imperialismo estadunidense, boicotou a reunião da Conferência de Desarmamento da ONU, presidida a partir desta terça-feira (28) pelo governo da Venezuela

'Aliados dóceis', Brasil e EUA boicotam reunião presidida pela Venezuela na ONU
'Aliados dóceis', Brasil e EUA boicotam reunião presidida pela Venezuela na ONU
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governo de extrema-direita de Jair Bolsonaro, submisso ao imperialismo estadunidense, boicotou a reunião da Conferência de Desarmamento da ONU, presidida a partir desta terça-feira (28) pelo governo da Venezuela.

Segundo informa o jornalista Jamil Chade, em seu Blog, os diplomatas brasileiros sequer foram ao encontro em Genebra, enquanto os representantes dos Estados Unidos compareceram, assistiram ao início da conferência e em seguida, em ato de hostilidade, decidiram abandonar o local quando o embaixador da Venezuela, Jorge Valero,tomou a palavra.

Valero disse que o Brasil e outros países latino-americanos que apoiam medidas intervencionistas contra a Venezuela são "dóceis aliados" de Donald Trump. A decisão do Itamaraty, um tradicional membro da Conferência de Desarmamento, foi tomada em conjunto com os demais países do Grupo de Lima. O boicote, um ato diplomático significativo, não foi seguido por muitos países europeus, informa o Blog.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247