Amigo de Assange comete suicídio em prisão inglesa para evitar deportação para o Brasil

Manoel Santos, amigo do fundador do Wikileaks, cometeu suicídio no interior da prisão de Belmarsh, no Reino Unido, ao ser informado de que seria deportado para o Brasil. Segundo Stella Moris, a companheira de Assange, Santos era gay e temia ser perseguido por sua sexualidade caso voltasse ao Brasil

(Foto: Reuters | Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O brasileiro Manoel Santos, amigo do fundador do Wikileaks, Julian Assange, cometeu suicídio no interior da prisão de Belmarsh, no Reino Unido, ao ser informado  de que seria deportado para o Brasil. Segundo Stella Moris, advogada e mãe de dois filhos de Assange, Santos era gay e temia ser perseguido por sua sexualidade caso retornasse ao seu país de origem. “Manoel corria alto risco. Seu suicídio era previsível. Uma investigação sobre o caso dele pode prevenir futuros suicídios”, escreveu Moris no Twitter. 

Ainda segundo ela, Assange teria ficado “arrasado” ao saber do suicídio do brasileiro e disse esperar que o governo britânico abra uma investigação sobre a decisão que resultou na ordem de extradição. Santos ocupava uma cela na mesma ala da prisão de segurança máxima em que Assange está preso e o ajudava na tradução de cartas recebidas em português. 

Julia Assange foi preso após tornar pública a participação do Exército dos Estados Unidos em diversos crimes de guerra nas invasores do Iraque e Afeganistão. Ele  está preso na Inglaterra há um ano e meio, aguardando o julgamento de um pedido de extradição feito pelo governo dos EUA, que o acusa dos crimes de espionagem e conspiração. 

PUBLICIDADE

Confira a postagem de Stella Moris sobre o assunto. 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE

Apoie o 247

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email