Apesar dos crimes, é improvável que Trump seja preso, diz Aline Piva

A analista internacional ponderou que, apesar de certo enfraquecimento, o ex-presidente dos EUA continua tendo influência na política no país

www.brasil247.com - Aline Piva e Donald Trump
Aline Piva e Donald Trump (Foto: Divulgação)


247 - Em entrevista à TV 247, a jornalista e analista política internacional Aline Piva comentou sobre a possibilidade de o ex-presidente dos EUA, Donald Trump, ser preso após a revelação de que o republicano teve papel decisivo na invasão golpista ao Capitólio em janeiro de 2021.

“Infelizmente eu acho bastante improvável. Apesar de todas essas evidências que só confirmam que o Trump teve um papel extremamente protagônico nos eventos de 6 de janeiro, eu acho muito improvável que chegue a uma coisa tão extrema quanto uma prisão. O que talvez aconteça ali é uma admoestação pública, é possível que ele tenha que ficar um pouco mais nos bastidores da política, mas também acho improvável”, analisou Aline.

A especialista também ponderou sobre o papel de Trump no atual cenário eleitoral dos EUA: “ele está sendo muito chave agora nesse processo das primárias das eleições de metade do mandato nos EUA, que são como um balanço do governo Biden. Apesar de enfraquecido, Trump continua tendo uma maioria dos candidatos apoiados por ele sendo eleitos. Então uma coisa é você tirar o indivíduo de cena, outra coisa é você tirar do processo político o movimento que apoia ele”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email