Após acusação de apoio ao terrorismo, Qatar compra US$ 12 bilhões em caças americanos

O Qatar celebrou um acordo com os americanos de compra de caças F-15 no valor total de 12 bilhões de dólares, apesar das acusações contra Doha expressas há pouco pelo presidente dos EUA, Donald Trump, relativamente ao apoio do terrorismo

caças americanos
caças americanos (Foto: Leonardo Attuch)

Da Agência Sputinik

O Qatar celebrou um acordo com os americanos de compra de caças F-15 no valor total de 12 bilhões de dólares, apesar das acusações contra Doha expressas há pouco pelo presidente dos EUA, Donald Trump, relativamente ao apoio do terrorismo, comunica a agência Reuters, citando o Ministério da Defesa qatarense.

Segundo informaram as fontes, o encontro entre o chefe do Pentágono, James Mattis, e representantes qatarenses a fim de assinar o respectivo contrato deverá se realizar nesta quarta-feira (14), afirma a Reuters. Já de acordo com as informações da Bloomberg, trata-se de 36 caças.

Em novembro de 2016 foi revelado que o Departamento de Estado dos EUA aprovou a venda ao Qatar de 72 caças de 4ª geração F-15QA no valor total de 21,1 bilhões de dólares.

Na sexta-feira passada (9), o presidente americano, Donald Trump, acusou o Qatar de financiar o terrorismo e afirmou que chegou a hora de por fim a esta prática.

No início deste mês, a Arábia Saudita, os Emirados Árabes Unidos e o Egito romperam as relações diplomáticas com Doha e suspenderam todos os tipos de comunicação com o Qatar, acusando-o de apoiar o terrorismo e intervir nos assuntos internos dos países. Já depois, a Mauritânia, as Maldivas e o Maurício também anunciaram a ruptura dos laços diplomáticos com o governo qatarense. A Jordânia e o Djibuti, por sua vez, baixaram o nível das suas missões diplomáticas no Qatar, enquanto o Senegal, o Níger e o Chade retiraram seus embaixadores.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247