Após atentado cometido por Trump, Irã abandona acordo nuclear

O que se previa foi confirmado na tarde deste domingo pela TV estatal iraniana: o Irã não cumprirá mais os limites de seu acordo nuclear de 2015 e anuncia que o nível de enriquecimento de urânio no país não terá mais limites

Iranianos vão às ruas em funeral de Soleimani
Iranianos vão às ruas em funeral de Soleimani (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

DUBAI (Reuters) - O Irã anunciou neste domingo que vai renunciar ainda mais aos compromissos feitos em um acordo nuclear em 2015 com seis potências mundiais, mas que continuará cooperando com o órgão de fiscalização nuclear da ONU (Organização das Nações Unidas), a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), de acordo com a televisão estatal.

Um porta-voz do governo iraniano disse à emissora que o país não vai mais respeitar os limites estabelecidos sobre o número de centrífugas de enriquecimento de urânio que pode usar, o que significa que não haverá limites para a capacidade de enriquecimento, ou à pesquisa e desenvolvimento nuclear da nação. A partir de agora, essas diretrizes seguirão as necessidades técnicas iranianas.

O porta-voz disse que as medidas podem ser revertidas com a retirada de sanções dos Estados Unidos sobre Teerã.

Escrito por Parisa Hafezi

Com agências internacionais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247