Após furacões, comunidade internacional promete US$ 1,4 bi para o Caribe

Comunidade internacional prometeu,enviar US$ 1,4 bilhão em ajuda aos países do Caribe afetados pela passagem dos furacões Irma e María; secretário-geral da ONU, António Guterres, lembrou a devastação em locais como Dominica e Antígua e Barbuda; nos dois países, além das mortes, houve danos avaliados em US$ 1,1 bilhão e perdas econômicas de US$ 400 milhões; Guterres disse que os países da região são muito vulneráveis a desastres naturais e defendeu que eles tenham acesso a financiamento apropriado para se proteger de riscos

Comunidade internacional prometeu,enviar US$ 1,4 bilhão em ajuda aos países do Caribe afetados pela passagem dos furacões Irma e María; secretário-geral da ONU, António Guterres, lembrou a devastação em locais como Dominica e Antígua e Barbuda; nos dois países, além das mortes, houve danos avaliados em US$ 1,1 bilhão e perdas econômicas de US$ 400 milhões; Guterres disse que os países da região são muito vulneráveis a desastres naturais e defendeu que eles tenham acesso a financiamento apropriado para se proteger de riscos
Comunidade internacional prometeu,enviar US$ 1,4 bilhão em ajuda aos países do Caribe afetados pela passagem dos furacões Irma e María; secretário-geral da ONU, António Guterres, lembrou a devastação em locais como Dominica e Antígua e Barbuda; nos dois países, além das mortes, houve danos avaliados em US$ 1,1 bilhão e perdas econômicas de US$ 400 milhões; Guterres disse que os países da região são muito vulneráveis a desastres naturais e defendeu que eles tenham acesso a financiamento apropriado para se proteger de riscos (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Brasil - A comunidade internacional prometeu, nessa terça-feira (21), enviar US$ 1,4 bilhão em ajuda aos países do Caribe afetados pela passagem dos furacões Irma e María.

O valor foi anunciado ao fim de uma reunião organizada pela Comunidade do Caribe (Caricom) e a Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York.

"Foi um momento histórico para o Caribe", disse o presidente da Caricom e primeiro-ministro de Granada, Keith Mitchell.

Ele agradeceu o apoio dos doadores, mas ressaltou a necessidade de essas promessas agora se tornarem realidade.

Participaram da reunião representantes dos países afetados e várias personalidades internacionais, entre elas o ex-presidente dos Estados Unidos Bill Clinton.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, lembrou a devastação em locais como Dominica e Antígua e Barbuda. Nos dois países, além das mortes, houve danos avaliados em US$ 1,1 bilhão e perdas econômicas de US$ 400 milhões.

Guterres disse que os países da região são muito vulneráveis a desastres naturais e defendeu que eles tenham acesso a financiamento apropriado para se proteger de riscos.

"Como uma família global, temos a obrigação moral de apoiar os afetados", afirmou o presidente da Assembleia Geral da ONU, Miroslav Lajcak.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247