Após posse de Arce, Venezuela reassume comando de sua embaixada na Bolívia

A Venezuela reassumiu o controle de sua embaixada na Bolívia, que tinha sido ocupada pelos golpistas ligados a Juan Guaidó

Jorge Arreaza, chanceler da Venezuela
Jorge Arreaza, chanceler da Venezuela (Foto: REUTERS/Manaure Quintero)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governo da Venezuela retomou nesta segunda-feira (09) as atividades diplomáticas na embaixada do país na Bolívia. O ato marca o primeiro passo para o restabelecimento das relações entre as duas nações após a posse do presidente Luis Arce, do Movimento ao Socialismo (MAS). 

As relações da Bolívia com Caracas foram rompidas pelo governo golpista de Jeanine Áñez, ex-senadora de extrema direita que assumiu o comando do país após o golpe de Estado que forçou a renúncia de Evo Morales. Na noite do golpe, em 10 de novembro de 2019, a então embaixadora da Venezuela em La Paz, Crisbeylee González, chegou a denunciar que a sede havia sido tomada por "encapuzados", destaca Opera Mundi. 

Nesta segunda, após a posse de Arce que ocorreu neste domingo (08/11), o ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, esteve na embaixada em La Paz e realizou, acompanhado de apoiadores e funcionários venezuelanos, um ato de recuperação da sede diplomática. 

O chanceler retirou um retrato de Guaidó e o substituiu por um quadro do libertador Simón Bolívar. Uma pintura do ex-presidente Hugo Chávez também foi fixada em uma das paredes da embaixada. 



O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247