Apple briga para impedir venda de bonecos de Steve Jobs

"Ele no um ator. No h leis de direitos autorais para proteger pessoas normais", rebateu a fabricante chinesa que deve levar a rplica ao mercado a partir de fevereiro, por US$ 99,99

Apple briga para impedir venda de bonecos de Steve Jobs
Apple briga para impedir venda de bonecos de Steve Jobs (Foto: DIVULGAÇÃO)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Bastou a imprensa propagar rumores de que um boneco de Steve Jobs estava sendo produzido para que a Apple entrasse em ação. A companhia exige que a fabricante chinesa desista de seus planos de vender a réplica, ao considerar que o brinquedo viola os "direitos autorais" da empresa.

O executivo-chefe da In Icos, Tandy Cheung, assegurou em uma entrevista à emissora americana "ABC News" que sua empresa continuará a produzir os bonecos de Steve Jobs mesmo com a resistência da Apple. "A Apple pode fazer o que quiser que eu não pararei. Já começamos a produção. Steve Jobs não é um ator, é só um famoso. Não há leis de direitos autorais para proteger pessoas normais. Steve Jobs não é um produto, portanto não acho que a Apple tenha direitos sobre ele", indicou Cheung.

O brinquedo deve chegar ao mercado a partir de fevereiro, por US$ 99,99, em caixas que imitam às da Apple e a capa da popular biografia de Jobs.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email