Argentina autoriza volta dos voos comerciais internacionais

A partir deste domingo, os voos comerciais internacionais voltam a operar na Argentina. Desde a última sexta turistas de países fronteiriços foram liberados para entrar na região metropolitana de Buenos Aires

O Aeroporto Internacional Ministro Pistarini,  conhecido por Aeroporto Internacional de Ezeiza
O Aeroporto Internacional Ministro Pistarini, conhecido por Aeroporto Internacional de Ezeiza
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Argentina autorizou, em decreto publicado pelo Ministério dos Transportes, a retomada dos voos comerciais internacionais a partir deste domingo (1º). Além disso, turistas de países que fazem fronteira com a Argentimna foram liberados para entrar na região metropolitana de Buenos Aires desde a última sexta (30), informa a CNN.

Com a medida de retomada dos voos, as viagens aéreas regulares, que até então estavam proibidas, poderão ser liberadas pela Administração Nacional de Aviação Civil (ANAC) do país. 

Para poder operar, as companhias aéreas deverão cumprir diversas medidas sanitárias e preventivas exigidas pela agência reguladora argentina.

Entre elas, está a necessidade de que os passageiros apresentem, em até 48 horas antes do embarque, um teste negativo do tipo PCR para a Covid-19. Os viajantes também devem ter um seguro de saúde que cubra o atendimento exigido para coronavírus. 

No âmbito do turismo, viajantes do Brasil, Chile, Uruguai, Paraguai e Bolívia poderão entrar no país exclusivamente pelo Aeroporto Internacional de Buenos Aires ou pelo terminal fluvial Buquebús, ambos na capital argentina.

A regra de apresentação do teste da Covid-19 vale também para os turistas. As fronteiras terrestres do país seguem fechadas. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247