Ataque terrorista na França deixa um morto e dois feridos

Cabeça decapitada coberta por escritas em árabe foi encontrada em uma empresa de gás norte-americana no sudeste da França nesta sexta-feira, após dois agressores baterem um carro nas instalações da companhia, explodindo tanques de gás; ataque, no qual uma pessoa foi morta e pelo menos uma ficou ferida, tinha as marcas de militantes islâmicos;  "O ataque foi de natureza terrorista, uma vez que um corpo foi encontrado, decapitado e com inscrições. Neste momento, há um morto e dois feridos", disse o prresidente da França, François Hollande; uma pessoa foi presa sob suspeita de envolvimento no ataque; segurança na região foi rfeorçada e instalações industriais estão sob vigilância

Cabeça decapitada coberta por escritas em árabe foi encontrada em uma empresa de gás norte-americana no sudeste da França nesta sexta-feira, após dois agressores baterem um carro nas instalações da companhia, explodindo tanques de gás; ataque, no qual uma pessoa foi morta e pelo menos uma ficou ferida, tinha as marcas de militantes islâmicos;  "O ataque foi de natureza terrorista, uma vez que um corpo foi encontrado, decapitado e com inscrições. Neste momento, há um morto e dois feridos", disse o prresidente da França, François Hollande; uma pessoa foi presa sob suspeita de envolvimento no ataque; segurança na região foi rfeorçada e instalações industriais estão sob vigilância
Cabeça decapitada coberta por escritas em árabe foi encontrada em uma empresa de gás norte-americana no sudeste da França nesta sexta-feira, após dois agressores baterem um carro nas instalações da companhia, explodindo tanques de gás; ataque, no qual uma pessoa foi morta e pelo menos uma ficou ferida, tinha as marcas de militantes islâmicos;  "O ataque foi de natureza terrorista, uma vez que um corpo foi encontrado, decapitado e com inscrições. Neste momento, há um morto e dois feridos", disse o prresidente da França, François Hollande; uma pessoa foi presa sob suspeita de envolvimento no ataque; segurança na região foi rfeorçada e instalações industriais estão sob vigilância (Foto: Roberta Namour)

Por Catherine Lagrange

SAINT-QUENTIN FALLAVIER, França (Reuters) - Uma cabeça decapitada coberta por escritas em árabe foi encontrada em uma empresa de gás norte-americana no sudeste da França nesta sexta-feira, de acordo com fontes policiais e a mídia francesa, após dois agressores baterem um carro nas instalações da companhia, explodindo tanques de gás. O ataque teria deixado, ainda, duas pessoas feridas.

A procuradoria pública da França disse que seu departamento antiterrorismo foi enviado para investigar o que o presidente François Hollande descreveu como um ataque de natureza terrorista. "O ataque foi de natureza terrorista, uma vez que um corpo foi encontrado, decapitado e com inscrições. Neste momento, há um morto e dois feridos", disse Hollande

Fontes policiais informaram que a cabeça decapitada foi encontrada no local, junto com uma bandeira com escritas islâmicas. Um grande contingente de policiais foi deslocado para a região e as instalações industriais tiveram sua segurança reforçada. 

O jornal local Le Dauphine relatou que a cabeça também estava coberta em escritas em árabe. Um suspeito foi preso e já era conhecido por fontes da inteligência francesa, de acordo com uma das fontes.O suspeito,  identificado como Yassim Salhi, seria ligado ao movimento salafista e já havia sido investigado anteriormenteem função de ligações com atividade radicais. Sem provas, porém, ele deixou de ser visto como uma ameaça em 2008. "Esta pessoa era tema de um arquivo "S" ("segurança") por radicalização em 2006, que não foi renovado em 2008. Ele não possui registros criminais", disse o ministro do Interior francês, Bernard Cazeneuve a jornalistas no local do ataque.

O novo ataque é o segundo grande incidente do tipo neste ano na França, após atiradores islâmicos matarem 17 pessoas em janeiro em ataques ao escritório do jornal satírico Charlie Hebdo e um mercado judaico de comida.

Suspeito de ataque na França era observado por possível radicalização, diz ministro

O homem preso suspeito de realizar um ataque islâmico na França não possui registros criminais, mas esteva sob observação como possível radicalizado, disse o ministro do Interior francês, Bernard Cazeneuve, nesta sexta-feira.

"Esta pessoa era tema de um arquivo "S" ("segurança") por radicalização em 2006, que não foi renovado em 2008. Ele não possui registros criminais", disse Cazeneuve a jornalistas no local do ataque.

O ministro acrescentou que a polícia deteve outros possíveis cúmplices.

(Por Leigh Thomas)

Pessoa decapitada na França era chefe de suspeito, diz fonte

A pessoa encontrada decapitada em uma usina de gás no sul da França era gerente do homem suspeito de bater o carro de entrega deles em tanques de gás no local, disse uma fonte próxima à investigação.

A fonte afirmou que os dois tinham ido juntos à companhia para fazer uma entrega. Mas o suspeito matou e decapitou sua vítima antes de bater o carro no local, disse a fonte.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247