Atentado deixa pelo menos 13 mortos e 19 feridos no Afeganistão

Pelo menos 13 pessoas morreram e outras 19 ficaram feridas em um atentado suicida neste domingo na passagem de um veículo do Exército afegão na província de Helmand, no sul do Afeganistão; atentado ocorreu no distrito de Nawa, quando um terrorista suicida detonou explosivos no momento em que passava o veículo militar, informou ao canal afegão Tolo o porta-voz do governador provincial, Omar Zwak

Pelo menos 13 pessoas morreram e outras 19 ficaram feridas em um atentado suicida neste domingo na passagem de um veículo do Exército afegão na província de Helmand, no sul do Afeganistão; atentado ocorreu no distrito de Nawa, quando um terrorista suicida detonou explosivos no momento em que passava o veículo militar, informou ao canal afegão Tolo o porta-voz do governador provincial, Omar Zwak
Pelo menos 13 pessoas morreram e outras 19 ficaram feridas em um atentado suicida neste domingo na passagem de um veículo do Exército afegão na província de Helmand, no sul do Afeganistão; atentado ocorreu no distrito de Nawa, quando um terrorista suicida detonou explosivos no momento em que passava o veículo militar, informou ao canal afegão Tolo o porta-voz do governador provincial, Omar Zwak (Foto: José Barbacena)

Agência Brasil - Pelo menos 13 pessoas morreram e outras 19 ficaram feridas em um atentado suicida hoje (27) na passagem de um veículo do Exército afegão na província de Helmand, no sul do Afeganistão.

O atentado ocorreu no distrito de Nawa, quando um terrorista suicida detonou explosivos no momento em que passava o veículo militar, informou ao canal afegão Tolo o porta-voz do governador provincial, Omar Zwak.

O chefe do distrito, Agha Mohammad, confirmou à agência local Pajhwok o atentado contra a viatura do Exército afegão, e apontou que não há nenhum posto de controle na área onde aconteceu a explosão. Ele disse que o veículo era o principal alvo.

Os talibãs reivindicaram o atentado através de um comunicado, no qual assinalaram que "um heróico" combatente se sacrificou em um ataque contra "tropas mercenárias", o que deixou "muitos inimigos mortos e feridos".

Ataque suicida

O atentado acontece dois dias após o ataque suicida contra uma mesquita da minoria muçulmana xiita em Cabul, reivindicado pelo grupo jihadista Estado Islâmico (EI), no qual morreram pelo menos 28 pessoas e mais de 50 ficaram feridas.

Esse ataque foi o primeiro grande incidente ocorrido no Afeganistão desde que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou na última segunda-feira sua nova estratégia para o país, que inclui o envio de mais tropas americanas.

Segundo o relatório do Inspetor Especial para o Afeganistão (Sigar) dos EUA divulgado este mês, a guerra no Afeganistão está "estagnada", com os insurgentes controlando 40% do país.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247