Autoridades da Indonésia elevam número de mortos no terramoto a 131

O porta-voz da Agência Nacional de Gestão de Desastres (BNPB), Sutopo Purwo Nugroho, disse em conferência de imprensa que outras 1.467 pessoas tiveram que ser hospitalizadas por causa dos ferimentos e que o número de deslocados subiu para 156 mil

Autoridades da Indonésia elevam número de mortos no terramoto a 131
Autoridades da Indonésia elevam número de mortos no terramoto a 131 (Foto: Antara Foto/ Irwansyah Putr/Reuters)

Agência EFE - As autoridades da Indonésia elevaram hoje a 131 o número de mortos no terramoto de magnitude 6,9 que atingiu no último domingo a ilha de Lombok, onde milhares de afetados aguardam por alimentos, água e abrigo após perderem as suas casas.

O porta-voz da Agência Nacional de Gestão de Desastres (BNPB), Sutopo Purwo Nugroho, disse em conferência de imprensa que outras 1.467 pessoas tiveram que ser hospitalizadas por causa dos ferimentos e que o número de deslocados subiu para 156 mil.

A maioria das vítimas mortais, 78, ocorreu no norte de Lombok, a região mais próxima ao epicentro, onde cerca de 42 mil casas e edifícios desmoronaram e os serviços de emergência se esforçam para encontrar sobreviventes e recuperar os corpos

O resto das vítimas foram registadas na região ocidental de Lombok (24), na parte oriental (19), em Mataram, principal cidade da ilha (6), no centro (2) e em Dempassar, na vizinha ilha de Bali (2).

Dezenas de feridos são tratados em tendas de lona improvisadas ao lado do hospital de Tanjung, no noroeste da ilha, já que o centro de saúde ficou danificado pelo tremor.

A ajuda chegou a muitos dos sobreviventes, mas ainda há falta de alimentos, água e tendas de campanha em locais de difícil acesso.

A Indonésia fica sobre o chamado "anel de fogo" do Pacífico, uma área de grande atividade sísmica e vulcânica onde são registados 7 mil terremotos por ano, a maioria deles de intensidade moderada.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247