Autoridades iranianas acusam Israel pela morte de cientista nuclear

Para o ministro das Relações Externas do país, Mohammad Javad Zarif, o “ato covarde” carrega sérias indicações da atuação israelense

Mohammad Javad Zarif
Mohammad Javad Zarif (Foto: Carlo Allegri/Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O comandante-chefe do Exército iraniano, Sayyed Abdul Rahim Musavi, comentou o assassinato do chefe da Organização de Investigação e Desenvolvimento do Ministério da Defesa do Irã, Mohsen Fakhrizadeh, o principal cientista nuclear do país - assassinado nesta sexta-feira, 27.

“Estes atos criminosos não podem impedir que o grande povo iraniano avance e se desenvolva pacificamente”, afirmou. Segundo ele, “elementos terroristas” assassinaram Fakhrizadeh.

Para o ministro das Relações Externas do país, Mohammad Javad Zarif, o “ato covarde” carrega sérias indicações da atuação israelense. “Este ato covarde, que tem sinais claros de envolvimento israelense, demonstra a agressão desesperada dos perpetradores”, afirmou.

Por sua vez, o assessor do Líder Supremo Iraniano para Assuntos de Defesa, Brigadeiro-General Hussein Dehghan, disse: "Nossa resposta será como um raio para os assassinos." Ele acrescentou que "nos últimos dias os sionistas querem começar uma guerra total e estamos preparados".

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247