Avião desaparecido pode ter sido alvo de terrorismo

Autoridades da Malásia investigam essa hipótese, reforçada pelo uso de passaportes falsos por dois passageiros do Boeing 777, que desapareceu dos radares no trajeto entre Kuala Lumpur e Pequim

Autoridades da Malásia investigam essa hipótese, reforçada pelo uso de passaportes falsos por dois passageiros do Boeing 777, que desapareceu dos radares no trajeto entre Kuala Lumpur e Pequim
Autoridades da Malásia investigam essa hipótese, reforçada pelo uso de passaportes falsos por dois passageiros do Boeing 777, que desapareceu dos radares no trajeto entre Kuala Lumpur e Pequim (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A hipótese de terrorismo está sendo investigada por autoridades da Malásia, no caso do avião da Malaysia Airlines, que desapareceu dos radares com 239 pessoas a bordo.

A informação foi prestada neste domingo pelo ministro dos Transportes, Hishammuddin Hussein. "Estamos investigando a lista inteira de passageiros, não só desses quatro", disse ele. "Ao mesmo tempo nosso serviço de inteligência foi ativado e certamente as unidades antiterroristas de todos os países relevantes foram informadas", acrescentou o ministro.

O que reforça essa hipótese é o fato de dois passageiros terem viajado com passaportes falsos, tendo usado os nomes do italiano Luigi Marald e do austríaco Christian Kozel. Na região do voo, também não houve registros de problemas meteorológicos.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email