Bashar Al-Assad diz que Síria está cada vez mais perto da vitória

Em reunião da direção nacional do governante Partido Baath Árabe Socialista, o presidente sírio, Bashar Al-Assad fez uma análise sobre os últimos acontecimentos políticos e militares no país e afirmou que "não se pode separar o que ocorre na Síria do que se divulgou recentemente a respeito do acordo de Idleb, chamado de Tratado do século"

Bashar Al-Assad diz que Síria está cada vez mais perto da vitória
Bashar Al-Assad diz que Síria está cada vez mais perto da vitória (Foto: CGinspiration)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247, com Sana - Em reunião da direção nacional do governante Partido Baath Árabe Socialista, o presidente sírio, Bashar Al-Assad fez uma análise sobre os últimos acontecimentos políticos e militares no país e afirmou que “não se pode separar o que ocorre na Síria do que se divulgou recentemente a respeito do acordo de Idleb, chamado de Tratado do século".

O chefe de Estado explicou que “a histeria de países ocidentais antes da ofensiva contra o terrorismo em Idleb se deve a que a batalha por esta cidade é questão crucial para eles, porque a vitória da Síria nessa batalha significa o fracasso de seus planos.

“Os governos ocidentais temem que a Síria volte mais forte que antes", afirmou.

Sobre o acordo alcançado em Idleb, o presidente sírio disse que a posição de seu país é clara e se baseia em que essa província como as outras zonas dominadas por terroristas, retornará ao seio do Estado sírio.

“Este acordo é temporário e o Estado, mediante o mesmo, alcançou muitos êxitos militares, começando por evitar o derramamento de sangue”, acrescentou.

Al-Assad afirmou que “cada vez mais a Síria se aproxima da vitória, os inimigos intensificam seus intentos de miná-la militar, política, econômica e socialmente, e portanto, teremos desafios internos que são perigosos como a própria guerra.”

“A próxima guerra seria pela reabilitação e a reeducação de algumas pessoas que optaram pelo caos e o terrorismo, com a finalidade de evitar que sejam uma brecha pela qual se ataque a Síria no futuro”, esclareceu.

O presidente fez um chamado ao partido Baath a que aborde seriamente as questões do pós-guerra e estude profundamente a sociedade e suas transformações.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247