Biden pede pressão internacional por renúncia imediata de militares que tomaram o poder em Mianmar

O exército derrubou o governo eleito, prendeu líderes políticos, fechou o acesso à internet e suspendeu os voos ao país. "A comunidade internacional deve se unir em uma só voz para pressionar que os militares birmaneses renunciem imediatamente ao poder", disse o novo presidente estadunidense em comunicado

Joe Biden
Joe Biden (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, pediu pressão internacional para que militares de Mianmar "renunciem imediatamente" ao poder após golpe nesta segunda-feira (1º). O exército derrubou o governo eleito, prendeu líderes políticos, fechou o acesso à internet e suspendeu voos.

O presidente dos EUA classificou o golpe militar como um "ataque direto à transição democrática", que dura mais de uma década no país. Ele disse que os EUA vão trabalhar com aliados da região para apoiar a transição e que podem rever sanções a Mianmar, informa o G1.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email