Biden planeja reverter imediatamente algumas medidas de Trump

Em meio ao clima de comemoração que prevalece neste domingo nos Estados Unidos, o presidente eleito, Joe Biden, planeja voltar por exemplo ao acordo de Paris sobre mudança climática e ainda reverter a retirada do país na OMS

Donald Trump e Joe Biden
Donald Trump e Joe Biden (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O presidente eleito dos Estados Unidos planeja rever de imediato medidas de Donald Trump, revelou na noite de sábado o site do The Washington Post, horas depois de Biden ter sido projetado pela grande mídia dos EUA como o vencedor das eleições de 2020.

Pessoas próximas a Biden disseram ao Post que o novo presidente planeja voltar ao acordo de Paris sobre mudança climática, um acordo que os Estados Unidos abandonaram oficialmente na última quarta-feira.

Biden também planeja reverter a retirada dos Estados Unidos da Organização Mundial da Saúde, que entraria em vigor em 6 de julho de 2021.

Outra medida que Biden vai revogar imediatamente é a proibição que visava imigrantes de  muitos países de maioria muçulmana e restabelecer o programa Ação Adiada para Chegadas à Infância, conhecido pela sigla DACA, de acordo com o Post.

O presidente eleito planeja assinar rapidamente uma série de ordens executivas após assumir o cargo em 20 de janeiro, o que sinalizaria imediatamente que a política do país mudou e que sua presidência será guiada por prioridades radicalmente diferentes.

Por outro lado, um Senado nas mãos dos republicanos, ou mesmo um com uma estreita maioria democrata, poderia afetar as nomeações para o gabinete de Biden, devido ao poder desse corpo legislativo de confirmar os indicados.

Uma opção que está sendo avaliada é nomear membros do gabinete como membros interinos, uma tática que Trump também usou, disse uma fonte próxima ao presidente eleito ao Post.

Biden já começou a planejar a transição e, a esse respeito, o jornal The New York Times noticiou na sexta-feira que o político democrata planeja anunciar suas preferências por cargos ministeriais em torno do Dia de Ação de Graças - quarta quinta-feira de novembro, informa a Prensa Latina.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247