Biden reafirma estratégia de contenção da China, com apoio a reivindicações territoriais do Japão

Na quarta-feira (11), o primeiro-ministro japonês, Yoshihide Suga, discutiu questões bilaterais em conversa telefônica com o democrata Joe Biden, projetado pela mídia norte-americana como presidente eleito dos Estados Unidos

Biden terá política externa de contenção da China
Biden terá política externa de contenção da China (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik - De acordo com o que publicou a agência de notícias Kyodo nesta quinta-feira (12), Suga parabenizou Biden pela vitória na eleição presidencial e o democrata reafirmou o compromisso de que os EUA apoiarão as reivindicações do Japão sobre as ilhas disputadas de Senkaku. Biden e Suga também concordaram em coordenar esforços relacionados a desafios globais, tais como o combate à pandemia da Covid-19 e o aquecimento global.

Apesar das conversas bilaterais do democrata representando Washington, o adversário de Biden nas eleições presidenciais dos EUA, o presidente republicano Donald Trump, ainda não aceitou a derrota nas urnas e acusa o pleito de fraude. Mesmo com a reivindicação de Trump, dezenas de lideranças nacionais já parabenizaram Biden pela vitória nas eleições.

Tanto o Japão quanto a China ampliaram as reivindicações territoriais sobre as ilhas Senkaku - nomeadas como ilhas Diaoyu na China. O Japão insiste em sua soberania sobre as ilhas, enquanto a China defende mapas japoneses de 1783 e 1785 que designam as ilhas como território chinês.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247