Biden vai reconhecer Juan Guaidó como presidente da Venezuela, diz diplomata

Em declaração a senadores nesta terça-feira (19) o indicado de Joe Biden para secretário de Estado, Anthony Blinken, disse que os Estados Unidos continuarão a reconhecer o golpista venezuelano como o presidente do país

(Foto: Reuters | Mises)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

WASHINGTON (Reuters) - O governo do presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, continuará a reconhecer o líder da oposição venezuelana, Juan Guaidó, como o presidente do país sul-americano, disse na terça-feira Anthony Blinken, indicado de Biden para secretário de Estado.

Blinken disse a membros do Senado dos Estados Unidos que Biden buscaria “alvos mais eficazes” de sanções contra o país, que visam derrubar o presidente Nicolas Maduro. Blinken disse que o novo governo buscará mais assistência humanitária ao país.

Os Estados Unidos reconheceram Guaido - o líder da Assembleia Nacional da Venezuela, realizada pela oposição - como o presidente do país em janeiro de 2019, argumentando que a reeleição de Maduro em 2018 foi fraudada.

“Precisamos de uma política eficaz que possa restaurar a democracia na Venezuela, começando com eleições livres e justas”, disse Blinken.

Maduro chama Guaidó de fantoche dos Estados Unidos que tenta derrubá-lo em um golpe. Seus aliados expressaram o desejo de entrar em negociações com o governo Biden após anos de tensões e aumento das sanções americanas.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email