Bin Laden usou mulher como escudo humano

Diante da chegada dos fuzileiros ao seu quarto, Osama usou mulher como escudo humano; operao foi comandada pessoalmente por Barack Obama

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247_ “A Justiça foi feita”, disse o presidente dos EUA, Barack Obama, sobre a morte de Osama bin Laden, na noite do domingo 1, cem quilômetros ao norte de Islamabad, no Paquistão. O terrorista mais procurado do mundo foi atacado por fuzileiros do exército dos EUA, numa ação de invasão e tomada da mansão em que ele estava escondido, precedida de bombardeio. “Após um tiroteio, nossos soldados mataram bin Laden e capturaram seu corpo”, detalhou Obama. Antes de fazer seu pronunciamento, o presidente se certificou de que o corpo do terrorista estava em poder dos militares dos EUA. Ele também deu um telefonema para o ex-presidente George W. Bush, que comandava o país quando ocorreram os ataques planejados por bin Laden em 11 de setembro de 2001, nos quais morreram mais de 3 mil americanos. “Foi uma vitória dos Estados Unidos”, resumiu Bush. “Nada do que foi feito pelos terroristas será esquecido, por mais que o tempo passe”, completou. Bin Laden estava com 54 anos. A rede de tevê CNN divulgou que o corpo de bin Laden foi enterrado no mar, logo depois da operação militar.

Agora, a preocupação é com possíveis retaliações da organização terrorista. O diretor da CIA, Leon Panetta, disse que a rede terrorista da al-Qaeda deve "quase certamente" tentar vingar a morte de Bin Laden. "Apesar de Bin Laden estar morto, a al-Qaeda não está", disse o diretor da principal agência de espionagem dos EUA. "Os terroristas quase certamente vão tentar vingá-lo, e nos devemos -e vamos- permanecer vigilantes e resolutos."

Uma foto de Osama morto, com os dois olhos perfurados, foi divulgada pela televisão do Paquistão. Mais tarde, durante a madrugada, houve um desmentido sobre a veracidade da imagem. À primeira vista, porém, dava forte impressão de verdadeira. A foto, antes do desmentido, foi veiculada como uma sombra sobre os olhos alvejados por balas.

Quatro pessoas – três homens e uma mulher - que estavam junto de bin Laden também foram mortos na operação. Segundo a agência France Press, um dos mortos seria filho dele. Bin Laden tevê mais de 50 filhos e 20 irmãos. O presidente Obama contou, na tevê, que obteve as primeiras pistas sobre o paradeiro de bin Laden, vindas dos setores de inteligência, em agosto do ano passado. A pista foi perseguida. “Na última semana, tivemos a certeza para executar a ação”, frisou. Obama enviou uma mensagem clara ao mundo árabe: “Nunca estivemos em guerra contra o islã, mas sim contra alguém que é responsável por crimes. O que aconteceu hoje deve ser admirado todas as pessoas que acreditam na paz”.

O governo dos Estados Unidos emitiu comunicado oficial de alerta para todos os seus cidadãos no exterior chamando atenção para “o potencial aumento de violência contra americanos”. A mensagem recomenda que reuniões públicas de americanos não sejam realizadas neste momento.

Osama Bin Laden, o terrorista mais procurado do mundo, foi morto num complexo de casas de luxo a cerca de 100 quilômetros de Islamabad, no Paquistão, durante uma ação efetuada por um grupo do exército dos Estados Unidos. “É o maior feito americano na luta contra a Al Qaeda”, disse o presidente Barack Obama em pronunciamento transmitido pela televisão. Ele contou detalhes da ação. “Há algum tempo eu tive a informação de que poderíamos chegar a uma pista sobre Osama”, afirmou Obama, cujo semblante estava visivelmente aliviado. Àquela altura, centenas de pessoas já estavam aglomeradas em uma comemoração junto aos portões da Casa Branca e, também, junto ao Marco Zero, em Nova York. “Na semana passada, tivemos a confirmação sobre onde ele estava. Um grupo corajoso de americanos realizou a ação. Houve tiroteio, mas nenhum soldado foi morto”.

Procurado desde que foi apontado como mentor e responsável pelos atentados de 11 de setembro de 2011, quando as torres gêmeas, em Nova York, foram derrubadas e mais de 3 mil americanos morreram, Osama Bin Laden era o homem mais perseguido do mundo. “A justiça foi feita, mas a morte de Obama não encerra a nossa luta contra o terrorismo”, disse o presidente dos EUA. ”Esse é o resultado do trabalho de milhares de americanos ao longo da última década”, completou.

Nos últimos dez anos, enquanto era perseguido, bin Laden conseguiu emitir cerca de 30 mensagens – por vídeo, e-mails ou cartas atribuídas a ele – que circularam pelo mundo. Ele manteve a rede terrorista Al Qaeda em permanente atividade.

Os americanos tiveram uma madrugada de festa pela morte de bin Laden. Em Nova York, centensas de pessoas se concentraram em torno do Marco Zero, onde ficavam as torres gêmeas, e o Times Square. O prefeito Michael Bloomberg fez um pronunciamento: "Após o 11 de setembro de 2001, demos nossa palavra como americanos que não nos deteríamos perante nada para capturar ou matar Osama bin Laden. Com a contribuição de milhões de pessoas, incluindo muitos que fizeram o máximo sacrifício por nossa nação, mantivemos essa palavra", disse o prefeito de Nova York, Michael Bloomberg.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email